No Sítio do Tempo

Invenção sobre Lisboa
Miso Ensemble

No Sítio do Tempo (Invenção sobre Lisboa) é uma abstracção sonora (e visual) que tem por objecto uma Lisboa perspectivada a três tempos: o passado e o mito, o presente e as encruzilhadas, o futuro e a utopia. 


A partir destes três conceitos e dos arquétipos sonoros a eles associados constrói-se uma história mítica da cidade de Lisboa. A obra compõem-se em espiral em torno dos poemas de diversos autores portugueses, nos quais a cidade é frequentemente evocada, os quais constituem uma partitura emocional que conduz à música. A voz, a electrónica e a composição vídeo re-encontram-se uma vez mais no trabalho colectivo e singular do Miso Ensemble, de Paula e Miguel Azguime.

Poemas de Luís de Camões, Antero de Quental, Miguel Torga, Álvaro de Campos e Alberto Caeiro, Mário Dionísio, Alexandre O'Neill, Manuel Alegre, Natália Correia, Carlos de Oliveira, Fiama Hasse Pais Brandão, Ana Hatherly, Miguel Azguime, são dados a ouvir e a sentir por um percussionista-declamador e uma flautista-videasta.

Composição e percussão-voz : Miguel Azguime
Vídeo em tempo real e electrónica: Paula Azguime
Imagem e Câmara : Perseu Mandillo
Técnica: Miso Studio

 

    Imprimir Email