Epigramas da Arte

Epigramas da Arte é uma súplica em defesa da Arte sonora em particular e da Arte em geral. Da sua urgência, da sua inadiável necessidade enquanto afirmação dos valores mais altos da condição humana, enquanto expressão essencial da criatividade, enquanto asserção da capacidade de evolução da humanidade. É também uma imprecação contra os poderes hegemónicos e a ditadura do mercado.

Para voz e electrónica em tempo real, Epigramas da Arte é uma performance ainda em construção e cuja primeira parte é constituída por frases diversas para definir a Arte que numerosos cidadãos portugueses escreveram - para serem ditas e recompostas por Miguel Azguime, por ocasião do Aniversário da Arte de 17 de Janeiro de 2014 (celebrado anualmente por toda a Europa a através da União Europeia de Radiodifusão em memória de um “happening” e afirmação histórica de Robert Filiou nos anos sessenta do Século XX). Eis algumas das frases que constituem a matéria prima de Epigramas da Arte:

“Culture is our essence. Art is our endless presence”

“Art is the premium food for our brain and senses”

“Art is freedom”

....

 

    Imprimir Email