reXistir - A Miso Music Portugal e o espaço O'culto da Ajuda . ISCTE-IUL

CICLO DE ENCONTROS | EXPERIÊNCIAS CULTURAIS
2 DE MAIO | 17H00 | Auditório B203 | ISCTE-IUL

CICLO DE ENCONTROS | EXPERIÊNCIAS CULTURAIS

reXistir

A MISO MUSIC PORTUGAL E O ESPAÇO O'CULTO DA AJUDA

 

MIGUEL AZGUIME

CO-FUNDADOR E DIRETOR | MISO MUSIC PORTUGAL*

PAULA ABREU (Comentário final)

FAC. DE ECONOMIA E CES | UNIVERSIDADE DE COIMBRA

APRESENTAÇÃO

Esta sessão apresenta o percurso da Miso Music Portugal, estrutura de referência para a música contemporânea de vertente experimental, eletroacústica e transdisciplinar. Fundada em 1985, à MMP associam-se o Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa com uma importante plataforma digital, e o Festival Música Viva que em 2018 realiza a sua 24ª edição. Que experiência e reflexão ao fim de mais de 30 anos de actividade contínua para o fomento da criação, de divulgação e circulação nacional e internacional, de investigação e preservação do património, de edição e publicação, de partilha? reXistir, o título para a sessão, resume a tenacidade de um projeto de excelência e altamente reconhecido em Portugal e no exterior. Desde outubro de 2014, a MMP dispõe em Lisboa do seu espaço: o O’culto da Ajuda, também motivo para a reflexão. Que lógicas de inclusão e de resistência para a programação artística nesse espaço onde a criação musical transdisciplinar explora novos caminhos, estéticas, valores?

Miguel Azguime (1960, Lisboa) é compositor, poeta, performer. Em 1985, fundou com Paula Azguime o Miso Ensemble, projeto de autor singular, com um percurso de mais de 800 concertos realizados pelo mundo. Miguel Azguime obteve vários prémios de composição e de interpretação e o seu catálogo compreende mais de 100 obras para diversas formações. Recebeu encomendas de numerosas instituições públicas e privadas, nacionais e estrangeiras e a sua música tem presença regular nos festivais internacionais de música contemporânea, dos EUA ao Japão, pela mão de prestigiados maestros, solistas e agrupamentos. Foi compositor residente em numerosos estúdios de criação internacionais e, em 2006, também compositor residente da DAAD em Berlim. Recentemente obteve com a sua Nova Op-Era “Itinerário do Sal”, o prémio Music Theatre NOW do Instituto Internacional de Teatro da UNESCO e o Prémio Nacional Multimédia. Paralelamente exerce uma acção constante na divulgação e fomento das novas linguagens musicais e das relações da música com a tecnologia, com destaque para a fundação da Miso Music Portugal, do Centro de Investigação & informação da Música Portuguesa e do Sond’Ar-te Electric Ensemble. Referências em www.azguime.net , www.misomusic.com, www.mic.pt.

Paula Abreu é doutorada em Sociologia pela Universidade de Coimbra e Professora Auxiliar da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, onde leciona nos três ciclos de ensino da sociologia. Coordena o programa doutoral Discursos: Cultura, História e Sociedade (CES/FEUC/FLUC). É investigadora do Centro de Estudos Sociais, integrando o Núcleo Cidades, Culturas e Arquitectura (CCA). Tem desenvolvido investigação nos domínios da cultura, sobre hábitos e práticas culturais dos portugueses, políticas de cultura, e a actividade de instituições de referência nas esferas artísticas e culturais locais e nacionais. Assim como sobre as indústrias da cultura, nomeadamente a indústria fonográfica em Portugal. 

ORGANIZAÇAO . APOIO