◄ Voltar
Ópera

Estreia da ópera "TMIE, standing on the threshold of the outside world"

8 de Set. de 2016 21:30

O'culto da Ajuda
Lisboa, Portugal

TMIE, standing on the threshold of the outside world: from the spirals of the universe to the spirals of the inner self é uma ópera criada pelo compositor Carlos Alberto Augusto. A obra parte de fragmentos do filósofo grego Empédocles, que o compositor considera o autor da “primeira teoria sobre a audição”. Carlos Alberto Augusto construiu assim um teatro musical que cruza três histórias e três personagens interpretadas por uma única cantora.

“Uma deusa —Selene— que vagueia pelos céus num carro de prata puxado por dois cavalos. Uma mulher —Mesedjer— que tem o nome daquilo que já teve, perdeu e depois recuperou. Um filósofo —Empédocles— que medeia o conflito entre estas duas mulheres” - assim explica o compositor o ponto de partida desta ópera com o subtítulo “das espirais do universo às espirais do eu”.

Selene representa aqui o universo, através de uma personagem real: o compositor explica que se trata da “história, verdadeira, de Henrietta Leavitt, talvez a primeira astrónoma, que contava estrelas no Observatório de Harvard e que, no decorrer dessa sua experiência, veio a desenvolver as ferramentas que ajudaram Hubble a formular mais tarde os princípios que resultaram no conceito da constante que tem o seu nome. Que permitiu esta coisa intrigante que é medir o Universo. Henrietta sofria de surdez, mas “ouviu” o que o universo tinha para lhe dizer”. Mesedjer representa "o ouvido", e estabelece uma relação com “a história, também verdadeira, de Beverly Biderman, a Canadiana, que sofreu uma surdez progressiva e se submeteu a uma operação de implante coclear aos 46, que a fez recuperar a audição e o prazer de ouvir música”;

TMIE é também “a palavra do filósofo pré-socrático Empédocles, a quem devemos a primeira teoria sobre a audição. É o filósofo que nos explica o que é isto de ouvir e do ouvido definir ‘o limiar do mundo externo’”, escreve o compositor na apresentação da sua peça. Empedocles é aqui o “mediador” deste conflito entre as espirais do universo e as espirais “interiores” daquele que ouve.

Carlos Alberto Augusto tem trabalhado sobretudo na composição para teatro e teatro-música, com dezenas de criações para diversos grupos, com destaque para as colaborações regulares com o Teatro da Rainha (em Caldas da Rainha). A sua música tem na maior parte dos casos uma forte componente teatral. Estudou com Murray Schaeffer e Barry Truax, para além de ter colaborado com a compositora Constança Capdeville. Tem actividade também na área do multimédia, vídeo e comunicação interactiva, como músico e sound designer. Para além de compositor, tem desenvolvido um intenso trabalho de investigação e escrita na área da “ecologia acústica”. Trabalhou nos domínios da investigação, legislação, normalização e controlo do ruído.

Marina Pacheco estudou com Pedro Telles (Maiorff), José de Oliveira Lopes (ESMAE), António Salgado e Sofia Serra (UCP). Em 2010/2011, integrou o Vlamsee Operastudio (Gent, Bélgica). Foi bolseira do Santander, do Programa
Leonardo da Vinci e da Robus Foundation. Dos prémios já conquistados destacam-se o 1º lugar no Prémio Jovens Músicos RTP/Antena 2, na categoria de canto, nível superior (Portugal, 2012), Apresenta-se regularmente em concerto em Portugal e no estrangeiro e tem o acompanhamento profissional do maestro Marc Tardue. Interpretou mais de dez papéis em opera e foi solista em diversas obras de oratória. Em música de câmara apresenta-se frequentemente em recital com a pianista Olga Amaro.
Marina Pacheco tem-se dedicado frequentemente à interpretação da música contemporânea - em 2013 participou na ópera A Laugh to Cry de Miguel Azguime e, juntamente com Olga Amaro, lançou o disco Canções de Lemúria que inclui obras de vários compositores portugueses da actualidade.

A apresentação da sua ópera TMIE será preparada numa residência no Laboratório Electroacústico de Criação da Miso Music Portugal entre 25 de Janeiro e as datas de apresentação pública desta ópera, que toma a audição como “assunto”, e que promete ser também um desafio à escuta.

TMIE, standing on the threshold of the outside world: from the spirals of the universe to the spirals of the inner self
Ópera para soprano
Dramatis personae:
Selene, Mesedjer, Empédocles
Conceito, Música e libreto – Carlos Alberto Augusto
Soprano – Marina Pacheco

8, 9 e 10 de Setembro
O’culto da Ajuda, Lisboa

 

A ópera TMIE tem o apoio de

Telefone 213620382
Email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Endereço Travessa das Zebras 25/27, 1300-589 Lisboa Portugal