◄ Voltar
Infantil

Sond’Ar-te Electric Ensemble - Diz-Concerto

10 de Nov. de 2016 11:00

O'culto da Ajuda
Lisboa, Portugal

Sond’Ar-te Electric Ensemble - Diz-Concerto

10 de Novembro de 2016 | 10h e 11h 
O’culto da Ajuda | Lisboa

Um espectáculo para DIZER poemas com música que se insere na tradição de obras como "Pedro e o Lobo" de Prokofiev ou “Carnaval dos Animais” de Saint-Saëns.

Um espaço musical e cénico que junta um narrador aos instrumentos da orquestra (flauta, clarinete, violino, violoncelo e piano) e que nos traz histórias e poemas com música.


 

Recorrendo a textos e poemas de escritores de referência da literatura portuguesa, este espectáculo pelo Sond’Ar-te Electric Ensemble integra também a informática-musical para transformar o som da voz e dos instrumentos e alargar o nosso imaginário sonoro. A palavra som e a palavra sentido, pela mão de Camões, Pessoa, Saramago e Isabel Martins traz-nos uma reflexão sobre o nosso tempo e a sociedade contemporânea, não obstante as épocas diversas da sua escrita.

E porque este projecto é de Hoje, a criação musical está no centro da acção; e por isso para este espectáculo foram encomendadas novas obras musicais a vários compositores portugueses. São eles Ângela da Ponte, Daniel Martinho, Pedro Rebelo e Sofia Sousa Rocha, valores emergentes ou já afirmados no nosso panorama musical e que vamos ter o privilégio de voltar a ouvir através da arte musical dos intérpretes de excepção que são os músicos que constituem o Sond’Ar-te Electric Ensemble.

Um espectáculo para todos mas também dirigido às escolas para dar a ouvir e a conhecer os instrumentos, a música e a literatura... e para dar que pensar!

 

  

Programa

 

Quando Eu Nasci

encomenda do Sond’Ar-te Electric Ensemble

composição Pedro Rebelo 

texto de Isabel Minhós Martins

 

Ao desconcerto do mundo

encomenda do Sond’Ar-te Electric Ensemble

composição Ângela da Ponte

poema de Luís Vaz de Camões

  

Fala do velho do Restelo ao astronauta

encomenda do Sond’Ar-te Electric Ensemble

composição Sofia Sousa Rocha

poema de José Saramago

 

Sonho

encomenda do Sond’Ar-te Electric Ensemble

composição Daniel Martinho

poema de Fernando Pessoa

 

 

Pedro Neves maestro

Ágata Mandillo narradora

Miguel Azguime narrador

Sìlvia Cancela flauta

Nuno Pinto clarinete

Elsa Silva piano

Suzanna Lidegran violino

Luís André Ferreira violoncelo

Electrónica Miso Studio

 

 

Sond’Ar-te Electric Ensemble

Fundado em Julho de 2007, o Sond'Ar-te Electric Ensemble é uma inovadora proposta musical no panorama europeu contemporâneo na medida em que conjuga de forma estruturante os instrumentos acústicos com os meios electrónicos. Ao elevadíssimo padrão de qualidade dos músicos que integram este ensemble vem associar-se a tecnologia musical de ponta que ao longo de muitos anos de investigação e experiência tem sido desenvolvida pela Miso Music Portugal no Miso Studio.

Paralelamente ao desenvolvimento e à interpretação de um novo repertório, o Sond'Ar-te Electric Ensemble assenta também a sua prática no importante repertório da música do século XX com a interpretação de algumas das obras emblemáticas que atravessam a história musical do século passado. Refira-se ainda, como ponto central da actividade do Sond’Ar-te Electric Ensemble o programa de encomendas de novas obras musicais, o concurso internacional de composição, o forum para jovens compositores, o desenvolvimento de projectos "New Op-Era" e ainda diversos projectos pedagógicos e de sensibilização de novos públicos.

O Sond'Ar-te Electric Ensemble estreou-se no Festival Música Viva 2007; tendo realizado, desde a sua estreia numerosas apresentações, seja em Portugal com presença nas mais emblemáticas salas de concerto seja no estrangeiro com presença nalguns dos mais importantes festivais europeus como o City of London Festival ou o Festival Outono de Varsóvia e digressões que o levaram por diversas vezes a Espanha, Polónia, França, Reino Unido, Alemanha, Coreia do Sul e Japão.

 

Extractos de Imprensa

"O Sond'Ar-te conquistou pela convicção das interpretações e pelo empenho e elevado nível técnico dos músicos. Pedro Amaral conquistou pela sua direcção discreta, inequívoca e eficaz.
...Deseja-se que o Sond'Ar-te se assuma como mais uma referência europeia no campo da arte musical contemporânea".

Diana Ferreira in Público (20-09-2007)

 

“(...) o concerto do Sond’Ar-te Ensemble foi exemplar. Pois este “grupo”(...) impulsionado por Miguel Azguime e dirigido por Pedro Amaral, faz música “mista”, combinando meios electrónicos e digitais com excelentes instrumentistas que provêm da tradição “ clássica”. O concerto do Sond’Ar-te foi (...) um dos pontos altos do Música Viva.”

Pedro Boléo in Público (28-09-2008)

 

"... uma apresentação pujante pelo the Sond'Ar-te Electric Ensemble."

in The Times, Londres (Julho 2010)

 

" A prestação de Frances Lynch's [em (ThS)inking Survival Kit de Miguel Azguime] - ... foi um tour de force e o Sond'Ar-te Electric Ensemble sob a direcção de Jean-Sébastien Béreau impressionante"

in The Evening Standard, Londres (Julho 2010)

 

"Um concerto do Sond'Ar-te Electric Ensemble: assim mesmo, um nome anglo-luso, jogando com o som, desejando projectar no mundo esse mesmo jogo entre arte e pesquisa.  Desta vez, a projecção sonora, incluindo quatro estreias absolutas, restringiu-se a Cascais, em cujo Centro Cultural, no primeiro dia de Junho, se realizou o concerto. Tendo este chegado a seu termo, concluo e publicito que o resto do mundo merece também ouvir." (...) "Resta chamar a atenção para o profissionalismo do Sond'Ar-te Ensemble demonstrado neste concerto. Sob a direcção segura de Guillaume Bourgogne (...)"

Manuel Pedro Ferreira, Espaço Crítica para a Nova Música (Junho 2012)

Telefone 213620382
Email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Endereço Travessa das Zebras 25/27, 1300-589 Lisboa Portugal