◄ Voltar
Temporada

João Castro Pinto . "SUNTRIA - imaginal sonotopes" através da Orquestra de Altifalantes . Estreia Absoluta

24 de Nov. de 2018 21:30

O'culto da Ajuda

24 de Novembro de 2018 | 21h30 |
 O'culto da Ajuda | Lisboa |


João Castro Pinto . "SUNTRIA - imaginal sonotopes" através da Orquestra de Altifalantes

Estreia absoluta

 

Primeiramente focado em expressões musicais tributárias do “rock independente”, João Castro Pinto iniciou a sua actividade musical pública há 25 anos, tendo integrado vários projectos musicais e actuado ao vivo com diversas bandas. A partir do ano de 1996, direccionou o seu interesse e pesquisa artística para a música experimental, iniciando as primeiras experiências sonoras no contexto da música electroacústica / acusmática em 1997, experiências essas que se foram progressivamente cimentando tendo, pouco tempo depois, garantido ao compositor a selecção para o Concurso / Mostra Nacional dos Jovens Criadores de 1999. Todavia, e anteriormente, o dia 20 de Novembro de 1998 marcou a data da sua primeira performance solo, aquela que considera ser a instauradora do percurso musical que agora, em Novembro de 2018, completa 20 anos. Durante as últimas duas décadas realizou várias residências artísticas e o seu trabalho foi distinguido com vários prémios. A sua música tem sido apresentada pela Europa, América e Ásia, em festivais e eventos como: INA-GRM Multiphonies (França), ICMC – International Computer Music Conference (EUA), Seoul International Computer Music Festival (Coreia do Sul), Experimental Intermedia Foundation (EUA), Visiones Sonoras (México), MUSLAB – International Exhibition of Electroacoustic Music (Argentina), Audio Art Festival (Polónia), etc.

É em consonância com o mote celebrativo dos 20 anos de percurso trilhado na música experimental que João Castro Pinto se propõe a interpretar, pela Orquestra de Altifalantes da Miso Music Portugal, "SUNTRIA - imaginal sonotopes", uma soundscape composition focada na paisagem sonora da Serra de Sintra (Parque Natural Sintra-Cascais), editada em 2017 pela editora Unfathomless, e que terá neste concerto a sua estreia absoluta.* 

 

*(a peça tem a duração de 43 minutos, sendo composta por 12 partes, quatro delas [sonotopes I a IV] foram estreadas no âmbito do concerto do FESTIVAL DME @ da Mostra Internacional de Música Electroacústica MUSLAB 2017, na cidade do México. Todavia, a peça como um todo será apresentada pela primeira vez nesta ocasião, sendo, portanto, considerada uma estreia absoluta).

 

Email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Endereço Travessa das Zebras 25